Construindo uma Comunidade – por Martin Kerstein

A comunidade é parte essencial de qualquer jogo online. Como nosso Gerente Global de Marca Chris Lye gosta de dizer, “Não somos uma companhia de vídeo games, somos uma comunidade construindo uma companhia, através do vídeo game.” A comunidade está nos corações de todos nós aqui na Arena Net; esse era o princípio filosófico de Guild Wars desde o início.  E, como a ArenaNet está sempre inovando e mudando o gênero com ousadia (e agindo com ousadia como nenhum outro estúdio de desenvolvimento de jogos já agiu), nós estamos sempre descobrindo novas maneiras de trabalharmos juntos com todos os nossos adoráveis fãs por aí.

Deixa-me apontar duas das maiores mudanças com a maneira de como interagimos com nossa comunidade entre Guild Wars original e Guild Wars 2 logo de pronto: nós temos fóruns oficiais, e nos não teremos um programa tradicional de fansite.

Isso não significa que não iremos suportar todos os nossos fansites dedicados por aí! Nós continuaremos a trabalhar com fansites como trabalhamos no passado, mas em adição aos fansites “tradicionais”, nós também vamos providenciar uma plataforma para suportar pequenos (as) projetos/comunidades que nunca tiveram um espaço no programa tradicional, como blogs, machinima, etc.

Vamos retornar ao passado e ver como as comunidades, jogos e sua administração têm se desenvolvido pelos últimos seis anos. Quando eu comecei a trabalhar em Guild Wars em 2006, fansites tradicionais e fóruns eram os principais pontos para os fãs se encontrarem. Redes sociais como Facebook e Twitter estavam em sua infância.

Muita coisa mudou a partir de então.

Uma coisa que é muito importante lembrar: não apenas uma “comunidade”.  Não é monolítica, demográfica unificada, mas é um ecossistema vivo, que respira, com muitas faces. Você encontrará comunidades em fansites, Twitter, Facebook, blogs, YouTube, sites de guildas, e muitos outros lugares.

A vasta maioria destas comunidades nunca irão visitar fansites ou fóruns oficiais, e talvez nem se assemelhem a noção tradicional de uma comunidade de jogos. Como um exemplo: você encontrará muitas pessoas no Facebook que jogam, ambos console e PC, mas não iriam se considerar gamers na maneira tradicional. Entretanto, eles ainda são apaixonados e podem ser contribuidores valiosos para a comunidade abrangente.

O desafio para a administração de uma comunidade moderna é ser capaz de alcançar todas essas comunidades diferentes e ajuda-las com suas características específicas e necessidades. Então nosso objetivo é usar um ecossistema variável, inclusivo ao invés de um programa de fansites rígido que não varia muito bem e exclui uma grande parte de toda base de fãs.

Para completar nosso objetivo, nós também precisamos que nossos fãs em todas as diferentes comunidades sejam proativos. Trabalhando juntos, com você trazendo incríveis e bons projetos de comunidades para atenção nossa e nós iluminando elas para a comunidade mais ampla, nós poderemos construir algo bom e duradouro que irá beneficiar cada um de vocês. Para ajudar a facilitar isto, nós daremos ferramentas como nossa wiki e fóruns especializados que possibilitarão jogadores apaixonados a colaborar e compartilhar recursos e ideias.

Isso me leva ao segundo ponto que eu gostaria de anexar a este artigo – nossa filosofia de comunidades.

Nosso objetivo supremo é criar um ambiente que é respeitoso, hospitaleiro, inclusivo e amigável. Nós queremos criar uma comunidade global onde pessoas podem se sentir em casa, e um ambiente que irá promover ambas criatividade e colaboração.

O objetivo principal é ser inclusivo, não exclusivo, para encorajar calaborações entre comunidades, e para gerar uma atmosfera que é útil, amigável, e acima de tudo, respeitável. Existe uma infeliz tendência em algumas comunidades online para encorajar comportamentos que são prejudiciais ao divertimento de muitos jogadores por permitir uma atmosfera muito tóxica e não acolhedora. Nós queremos estabelecer um novo padrão e fazer a comunidade de Guild Wars 2 madura, amigável, útil e inclusiva que será reconhecida por toda a indústria por ser desta maneira. Com este objetivo, nós iremos ter certeza de que nosso jogo e nossos fóruns reflitam nossos padrões, e nós avaliaremos nosso suporte baseado em comunidades nos padrões que elas forçam sobre si mesmas. Temos esperança que com este artigo nós poderíamos iluminar algumas questões que apareceram aqui e ali no passado. Este é um tempo excitante, e todos nós aqui na ArenaNet mal podemos esperar para montar um comunidade incrível com vocês.

Veremos vocês in-game (no jogo)!

EmaildiHITTTumblrFacebookOrkutGoogle GmailGoogle ReaderWordPressShare