Videos interessantes pt 3 – Introdução das raças no beta

Com a divulgação dos vídeos de introdução das raças human, charr e norn nos Weekend Beta Events, preferimos resumir em uma página e traduzir os diálogos de cada vídeo para um melhor entendimento. É interessante lembrar que estes vídeos de introdução variam dependendo das escolhas do jogador. Os vídeos abaixo foram escolhidos aleatoriamente, só selecionamos os vídeos para as suas respectivas raças. Embora algumas cenas mudem (e com elas, partes da história do personagem) a base para entender a história das raças é a mesma.

Veja os outros posts com vídeos interessantes:

Tour pelas capitais:  http://gw2br.com.br/videos-interessantes-pt-2/

Profissões: http://gw2br.com.br/press-beta-videos-interessantes/

Veja os outros vídeos interessantes aqui.

Confira os vídeos abaixo:

Human

“Antigamente a raça humana dominava Tyria. Agora… Lutamos para manter nossas terras. Nós fomos derrotados, afastados, e destruídos. Mas não nos renderemos. Muitas nações caíram, apenas Kryta ainda está de pé. Nossa fé é forte, apesar do silêncio dos seis deuses. Com coragem, iremos nos estabelecer em Divinity’s Reach.

A cidade é o meu lar. Eu cresci nas ruas. Apesar de ter amigos, minha vida sempre foi difícil. Eu encarei o pior que a cidade pôde me mostrar, e eu os mandei para casa sangrando. Eu cansei de viver apenas para minha subsistência. Existe uma guerra em nossa porta, e eu me recuso a ser enterrado por ela.

Hoje eu pisei em terras fora de Divinity’s Reach, esperando encontrar melhor sorte fora da cidade. O problema é que, quando eu cheguei em Shaemoor, a cidade estava sendo atacada por centauros. Moradores inocentes estão em perigo. alguém precisa ajudar. Eu posso tomar conta de mim mesmo, mas isto não é o suficiente. Alguém deve ajudar aqueles que não podem se ajudar. Esta é a minha história.”

 

Charr

 “Eu sou um charr. Neste mundo de batalhas constantes, eu sou a arma mais mortal. Eu não respeito nenhum autoridade além do punho cerrado da minha Legião. Com máquinas de destruição, nós matamos nossos deuses. Nós reconquistamos nossa terra em Ascalon, e enterramos bandeiras de vitória sobre nossos inimigos. Ainda se nós WEAVER, isso poderia escapar por entre nossas garras.Vitória. A qualquer custo.

A Blood Legion é minha mãe. A Blood Legion é meu pai. Nós charrs nascemos em batalha. Nós vivemos nos campos de guerra. E eu… Eu morrerei lutando. Eu sou um soldado, um guerreiro em terra, uma infantaria da linha de frente. Eu encaro o inimigo de frente. Eu ganhei o respeito de meus companheiros e forjei alianças que poço chamar em tempos difíceis. Na Blood Legion, nos ensinaram o significado da palavra “dever”. Nós somos implacáveis.

Hoje, os soldados da Black Citadel irão atacar os fantasmas que praguejam esta terra. Eu fui chamado para reforçar a fortaleza. Que a Ash Legion ataque através das sombras. Que a Iron Legion construa suas máquinas de guerra. Eu não irei parar de lutar até que a única coisa restante no campo de batalha… seja eu mesmo. Esta é a minha história.”

 

Norn

“Eu sou norn, caçador das florestas, nascido das montanhas livres e austeras de Nothern Shiverpeaks. No norte distance, meu povo lutou contra o nosso maior inimigo: Jormag, um dragão de gelo e neve. O dragão quebrou nosso orgulho, mas não quebrou nosso espírito. Em nossa última hora, nós escutamos a voz dos Espíritos da Terra (Spirits of the Wilds): Urso, Corvo, Leopardo das Neves, Lobo. Eles nos chamaram para o sul, distante da real aniquilação. Nós fundamos a Great Lodge of Hoelbrak e conquistamos novas terras de caça. Alguns dizem que não deveríamos enfrentar Jormag. Eu digo que o maior risco é apostar em nada. Um dia, um heróis nos levará para casa, e nós iremos quebrar a garra de gelo do dragão.

Eu nasci no fogo do combate. Meu espírito foi forjado e temperado como aço. Como meus ancestrais, eu busco gloria. Um dia, eu tomarei meu lugar entre os heróis norns. Minha força é um presente dos Espíritos da Terra (Spirits of the Wilds). Com isso, eu posso segurar a maré. Mover montanhas. Eu posso superar qualquer coisa que estiver em meu caminho. Eu ainda não fui testado, mas meus atos já me recompensaram com amizade e grande respeito.

A cada ano, uma Grande Caçada (Great Hunt) é feita em Hoelbrak. Apenas os melhores entre nós são convidados a participar. Eu usarei minha força para coletar troféus que provem o meu valor, e então beber e vangloriar as minhas vitórias. Eu aceito este desafio. Eu o saboreio. Venha, perigo. Venha, aventura! Nas guildas e nos salões de meu povo, minha força me tornará imortal. Esta é a minha história.”

EmaildiHITTTumblrFacebookOrkutGoogle GmailGoogle ReaderWordPressShare