Montando sua build – Parte 1 – Equipamentos

Parte 1 (essa) – parte 2 – parte 3

Bom, segue um artigo meio longo que vamos ir desenvolvendo. Aconselho que todos percam um pouco do seu tempo para darem uma lida, pode agregar mesmo para os jogadores que já tem mais experiência. O artigo será dividido em mais posts. O foco desse aqui são os equipamentos, mas falaremos sobre skills, traits, etc nos outros.

Eu não monto builds começando pelos equipamentos, mas têm sido esquecido por alguns jogadores, então vamos começar por aqui.

Uma dica muito importante: você pode testar qualquer build antes de aplicá-la. Basta ir para Heart of the Mists, lá existem NPCs que vendem sigils, equipamentos, runes, sigils e amuletos de graça. Além disso você pode resetar suas traits sem custo enquanto estiver lá. Você é colocado automaticamente no level 80 também. Lá você encontra NPCs para testar dano, inimigos para treinar além de poder ir para o sPvP jogar contra outros players.

Se já leu a parte 1: Montando sua Build – Parte 2 – Traits e Atributos Secundários

Introdução:

Um dos aspectos mais importantes do Guild Wars 2 é a versatilidade do jogo. Você pode se especializar da maneira que quiser com a profissão que quiser.

Porém existe um conceito sendo entendido errado pelos players.

O fato do GW2 dar liberdade aos jogadores não quer dizer que eles possam fazer os conteúdos que precisam de grupos organizados, basicamente de forma desorganizada.

Além disso, as pessoas possuem a mentalidade de focar em dano, pensam sempre que matar mais rápido significa algo melhor.

Isso não é problema para o conteúdo PvE (e em parte no WvW, apesar de você precisar de certa sobrevivência) que não precisa de organização. Porém se você for para o sPvP e Dungeons no modo explorável, irá ficar bem complicado. Conforme falei no post sobre dungeons, você deve aprender sobre o inimigo, seja monstro ou player, e se especializar conforme for.

Jogadores de GW1 já estão acostumados com isso, a troca de builds, especialização conforme a situação. Porém novos jogadores para GW2 estão enfrentando problemas, achando as coisas muito difíceis, mas isso ocorre porque os jogadores muitas vezes estão tão focados em DPS que não se importam com sua sobrevivência.

Então vamos falar sobre como saber a hora de mudar a sua build, como criar uma que seja do seu estilo de jogo e que seja útil no jogo em grupo organizado em alguns posts. Nessa primeira parte o foco será os equipamentos e seu papel nas builds.

O conteúdo com grupo organizado no GW2 é mais difícil e mais competitivo que na maioria dos jogos.

O sPvP, principalmente tournaments, são extremamente complexos, onde a organização em grupo é indispensável. Tão complexo é que nos times mais organizados, cada membro do time se especializa de forma a cumprir com um requisito. Ou seja, sua build varia de acordo com os membros do time e as suas builds.

Nas Dungeons no modo explorável, você simplesmente precisa de controle e DPS. Enquanto no modo história você pode fazer a dungeon somente com DPS, no modo explorable você será massacrado. Pode até fazer, mas vai demorar muito e vai gastar muito dinheiro. (Desde o dia 18, isso inclui COF escolha 2, que foi buffado para não ser possível farmar da forma intensa que estava)

Tournaments e Dungeons explorables são conteúdos desenvolvidos para terem sinergia com o grupo, e conforme Colin Johanson falou no forum oficial, não foram desenvolvidos com ideia de serem realizáveis com grupos aleatórios  (PUGs) e sem organização.

Além de organização você precisa saber como se preparar, que estilo de jogo você terá que cumprir. Por mais que existam necessidades de cura, buffs, controle, etc, você pode fazer isso da forma que você achar melhor. Existem builds pré prontas para as profissões em vários sites, mas como no cenário normal é você acabar não fazendo grupos com as mesmas pessoas e com as mesmas especializações, a ideia dessa série de posts é ajudar os jogadores entenderem as builds e como criar a sua dependendo da situação.

Equipamentos:

Primeiramente, as builds do GW2 NÃO SÃO somente traits e utilitys. Builds no GW2 são Traits, Armas, Utility Skills E equipamentos (INCLUINDO sigils e runes). Se você cria sua build ou vê em algum site as builds e nesse site não existe simulação de equipamentos com sigils e runes, pode parar. Sério. Traits e skills são a metade da sua build. A outra metade são as runes/sigils e atributos dos equipamentos..

Cada equipamento no GW2 dá um upgrade slot, que pode ser preenchido com runes e sigils (ou jóias). Várias runes e sigils dão bônus caso possuam um certo número. Por exemplo, Sigil of Water dá 30% de chance de curar aliados que estiverem por perto quando você ataca, o que pode ser bom dependendo do papel que você irá exercer no grupo.

Outra coisa que é importante entender é que você não irá, como bom jogador, andar somente com 1 set de armas. E mais para frente, você também não irá ter somente com um set de armadura. Quando você fizer grupo com determinados jogadores jogará de forma diferente de quando fizer com outros, podendo assim mudar uma skill, ou até mudar o estilo de modo geral, trocando a build (e o equipamento faz parte dela).

Se você está em um grupo onde pode exercer o papel totalmente de DPS e os outros membros conseguem absorver o dano e manter você vivo, sem problemas. Mas podem existir situações onde não existe alguém habilidoso suficiente, ou com equipamentos preparados para a situação. E nesse caso talvez a melhor opção seja que você assuma outro papel, ou pelo menos parcialmente, modificando algumas skills.

Eu ando com um set DPS para quando quero focar em dano obviamente. Porém pela ausência de suporte e control em dungeons, eu comprei um set inteiro (incluindo sigils, runes e acessorios) para controle e suporte. É impressionante a diferença que isso faz, não só para mim, mas para o grupo todo.

Com as mesmas traits, eu consigo sobreviver, absorver dano e ter um controle sobre os mobs MUITO superior. Então se você acha que mudar suas traits para suporte será suficiente para salvar o grupo inteiro… você irá precisar mais que isso.

Não subestime as sigils e runes, algumas dão regen de HP em área, algumas deixam você invulnerável por alguns segundos, além dos bônus de atributo. E sim, 5 segundos de Regen, 5 segundos refletindo projéteis, etc FAZEM a diferença.

Muitos jogadores estão comprando equipamentos e esquecendo que, apesar de você ter liberdade no jogo, no conteúdo mais difícil, onde você jogará em grupo,  no Guild Wars 2 o trabalho em grupo é importante.

Vamos ver algumas coisas que podem ajudar você a começar a escolher equipamentos, uma visão geral. Não é ideia dizer: use x para tankar, y para suporte, z para DPS, enfim. A ideia é que você entenda os tipos de sets disponíveis e para quem fim eles podem servir, até porque muitas vezes você pode fazer combinações diferentes. Por exemplo, utilizar o set com mais healing power e toughtness para dar suporte e ser control, não somente um ou outro. Mas isso depende da build.

Atributos:

Os equipamentos possuem combinações de atributos diferentes, onde você consegue identificar pelo prefixo geralmente (Rampager, Knight, Cleric, etc). Então em vez de vermos cada tipo de set, é melhor entendermos o que os atributos fazem. (Aqui só estão os atributos que são providos por equipamentos, não todos atributos possíveis)

Power: Aumenta o dano. – esse é bem direto. Basicamente se você quer uma build focada em dano direto, sem ser de conditions, power é a melhor opção.

Precision: Aumenta a chance de crítico. – Um crítico sempre tira pelo menos 150% do dano normal. Então dependendo do que você for fazer seja melhor investir na chance de critico que em power para DPS.

Toughness: Aumenta a defesa. – Basicamente reduz o dano que você leva,  builds mais focadas em defesa geralmente optam por toughness. Não reduz o dano de conditions.

Vitality: Aumenta seu HP máximo. – Sempre interessante para aumentar a vida e sobrevivência.

Condition Damage: Aumenta o dano por conditions (Bleed, Poison, Burning e Confusion). – Se você irá de DPS pode optar por condition damage também, que possui menos dano direto e mais DoT (Damage over Time).

Healing Power: Aumenta a cura realizada pelo personagem. – Inclui cura de Signets passivas, traits, Regen, etc além das skills de cura. Suporte e builds defensivas geralmente optam por healing power também.

Critical Damage: Aumenta o dano do crítico. – Essencial se você quer tirar dano por críticos.

Vitality vs Toughness. É um tópico para um post sozinho, mas resumidamente, elas tem utilidades diferentes, podem ser usadas com o mesmo propósito mas depende do restante da build. De forma geral, quem opta por sobrevivência, vai com Toughness e Healing Power. Por que? O dano que você leva será menor. Ok, porém se você ir com vitality, quando seu HP cair muito, a cura não será suficiente, não importando se você tem um pouco de healing power. Vamos a um exemplo. Supondo que você tem 15k de hp sem vitality e sua cura recupera 7.5k de HP. Se você só investir em Toughness levará menos dano, terá os mesmos 15k de HP e irá recuperar metade do HP com a cura. Porém se você tem vitality e não toughness, não terá a redução de dano, terá (supondo) 23k de HP, e irá precisar de 3 curas dos mesmos 7.5k, se tiver com menos de 1k, para ficar full HP. Mas vale lembrar que Toughness não reduz o dano de conditions. Também lembro outra coisa, a efetividade numérica de vitality é maior que de toughness, cada ponto de vitality aumenta mais seu HP que toughness reduz do dano que você leva, já que o dano reduzido é caculado por porcentagem, porém como está acima, depende muito do caso, toughness geralmente é acompanhado por healing power quando substituído por vitality, para compensar a perda de HP.

Podemos dizer que vit é uma boa opção para batalhas mais curtas, onde você usa a skill de heal uma vez e pode recuperar o HP saindo de batalha, porém se você ficará muito tempo em combate tough/healing power podem ser um combo mais eficiente para continuar em batalha.

Com vit, talvez uma opção seja usar skills que tem uma cura maior, já que de forma geral eles curam mais que as outras skills e quando você sair de combate conseguirá recuperar o HP. Mas isso depende muito.

Armaduras e Atributos:

AmuletJewelEarringRing

Aqui vão algumas ideias para você trabalhar com atributos. Mas lembro que só estamos falando de equipamentos nesse momento, talvez você tenha que fazer as devidas modificações dependendo de traits, armas, skills.

  • Focar em critical damage direto. Fazendo um combo com chance de crítico, power e dano de critico, você pode tirar muito dano em poucos segundos. Então você dará prioridade para Precision > Critical Damage > Power. Você terá que investir em sobrevivência, com vit ou toughness. Os sets Berseker e Valkyrie são boas opções.
  • DPS por condition damage. Condition damage é muito poderoso se usado corretamente. Como existem algumas profissões com traits que tem chance de aplicar condition no crítico (além de sigil), pode ser interessante utilizar o combo Condition Damage > Precision. Porém se não for o caso, você pode investir em Condition Damage para dano com vários stacks de bleed, poison, burning ou confusion. Como apenas bleed e confusion aumentam em intensidade (mais stacks = mais dano), geralmente são as opções preferidas para dar bastante dano em pouco tempo. Mas poison e burning tem suas utilidades como DoT. Poison além de dar dano reduz a efetividade de healing em 33%, o que pode ser interessante principalmente para PvP. Os sets mais comuns são Rampager e Carrion. Porém Builds de suporte/sobrevivência que possuem condition damage podem utilizar o set Shaman.
  • Defesa por toughness e healing power. Aqui o foco é sobrevivência por cura. Você quer basicamente reduzir o dano levado e poder se recuperar o mais rápido possível. Geralmente builds  suporte e as mais tanks (control) optam por isso, já quem levam mais dano e utilizam skills para o grupo inteiro recuperar HP. O set Cleric possue Toughness e Healing power.
  • Tank por Vit e Toughness. Se o grupo ou a build consegue manter buffs constantemente para diminuir a falta que o healing power pode fazer, pode ser outra opção. No PvP existe o Soldier Amulet. No PvE o set deve ser uma combinação de outros sets.
  • Suporte. As builds de suporte basicamente dependem pouco de atributos e mais de traits, skills e sigils/runes, com exceção do healing power. Então é bom se o foco do suporte for manter regen ou usar skills de cura para o grupo, ter healing power. Caso contrário depende mais das skills mesmo. Os sets Cleric e Shaman possuem healing power.
  • Dano e HP. Foco em power e vit. Pode ser interessante para quem prefere um balanceamento entre sobrevivência e dano, tendo o foco em combates rápidos, onde você geralmente vai recuperar o HP fora de batalha e usar heal no máximo duas vezes durante combate. O set Valkyrie dá vit e power, além de critical damage, que pode ser utilizado em conjunto com traits para fazer uma build hibrida.

Então basicamente temos muitas opções no GW2, e estamos falando somente de atributos, não falamos nem de traits/skills e sigils/runes. Lembro que esses resumos são ideias gerais, não são as fórmulas para o melhor uso dos set de maneira alguma. Até porque você pode fazer uma build misturando um set de sobrevivência com traits/skills de DPS. Temos inúmeras opções, só depende de você entender o que é mais efetivo para o que você quer fazer.

Sigils e Runes

Superior Rune of the Baelfire.pngSuperior Rune of the Dolyak.png

Para finalizar a primeira parte do artigo, não podemos esquecer outro fator extremamente importante. Sigils e Runes.

Sigils são utilizadas em armas, Runes em Armors. Elas basicamente dão bônus, seja de atributos ou alguma skill quando você fecha x da mesma rune equipada nas peças de armor. Vou dar alguns exemplos, mas não vou falar sobre todas. É interessante você ler ver cada uma e utilizar a que melhor se encaixa na sua build.

Sigils são mais ofensivas que runes e são equipadas em armas. Elas podem dar mais dano, dar algum bônus de atributo quando matar um inimigo, causar ou aumentar duração de conditions, ter efeitos no weapon swap, etc. Por exemplo, uma build focada em DPS por condition damage, com bastante chance de crítico (Geralmente set rampager) pode utilizar Sigil of Superior Earth, podendo causar Bleed no Crítico. Rangers por exemplo tem uma trait que com o mesmo efeito, ou seja, a cada hit o Ranger com essa sigil e essa trait tem chance de aplicar 2 stacks de Bleed por hit, além de outros fatores, que tornam possível builds que conseguem deixar o alvo com 25 stacks de bleed em segundos. (Dou exemplo de Ranger porque já estou familiarizado, mas todas classes conseguem criar vários combos com Sigil/Runes, Traits e Skills).

Para sigils que possuem % de chance de ser ativado você irá preferir armas com ataque mais rápido, assim existem mais chances de ativar o efeito, porém isso depende muito da build mesmo.

Para melhor aproveitamente de  atributos providos por sigils, também aconselho que você sempre tenha uma arma +x de um atributo quando você matar um inimigo. Por exemplo Sigil of Superior Bloodlust, que cada vez que você mata um inimigo dá mais 10 de power. O stack vai até 25, ou seja, você ganha 250 de power após matar 25 inimigos (no PvP uma morte dá 5 stacks, sendo necessário 5 mortes). Como esse bônus continua mesmo após trocar de arma, para melhor aproveitamente o ideal é ter uma arma dessas, utilizar até pegar o stack máximo e trocar para outra arma com outro tipo de Sigil. (Sigils que dão bônus por stack não funcionam acumulativamente para diferentes tipos. Não é possível ter +250 power, + 250 condition damage, etc simultaneamente).

Runes geralmente tem foco mais defensivo com buffs e em bônus de atributos. Por exemplo temos a Rune of Dwayna, que dá 5% de chance de ganhar 10 segundos de Regen, aumenta a duração de Regen em 20%, e quando você usa uma skill de cura ganha Regen por 5s. Ah claro, além de +165 de Healing Power, sendo uma ótima rune para suporte/tank, mas podendo ser utilizada por DPS para reduzir (disfarçar) o dano recebido – dependendo novamente da build.

Você pode ver uma lista de Runes aqui.

A lista de Sigils pode ser vista aqui.

Parte 2 do artigo: Montando sua Build – Parte 2 – Traits e Atributos Secundários

Espero que essa primeira parte possa ajudar quem está com dificuldades e quem está entrando na parte do jogo onde você precisa pensar mais antes de fazer alguma coisa.

Segue um vídeo onde fiz uma build defensiva/suporte/controle (sim, tudo junto) de Ranger. O objetivo não é mostrar habilidade, por isso a ideia é tentar levar o máximo de hits possíveis (Nas dungeons isso significa não ficar parado independente da build :P), para mostrar a diferença que os equipamentos fazem.

Podem ver que consigo chegar a 1 min de Regen graças os combo de runes e traits. Vá para 3 minutos de vídeo. Os mobs são prata da dungeon Citadel of Flame Explorable.

O set é Cleric, com foco em toughness e healing power. Rune of Dwayna e Sigil of Water/Restoration, para suporte no grupo.

EmaildiHITTTumblrFacebookOrkutGoogle GmailGoogle ReaderWordPressShare